sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Homeschooling, porque mais e mais pessoas no mundo todo optam por poupar seus filhos do ensino tradicional.

No passado o homeschooling era associado na sua grande parte, com famílias de cristãos fundamentalistas e hippies, ou seja,  grupos de pessoas que desejavam excluir seus filhos da sociedade e criá-los numa bolha. Estes que estudavam em casa passariam a conhecer apenas o mundo para eles apresentado dentro desta redoma. Neste tempo, o Homeschooling era visto pela a maioria como algo que atrasava o desenvolvimento e a inclusão da criança na sociedade. Poucos então, questionavam a qualidade e eficiência do ensino tradicional. Era como se o ir para a escola se transformasse no ingresso dourado que daria a criança a oportunidade de adquirir conhecimentos e amadurecimento para a sua vida. E com isto, consequentemente esta criança quando crescesse, através do resultado das instituições que frequentou, conseguiria um trabalho bom e uma vida tranquila.

No entanto, sabemos que na prática nao é .bem assim. Com um mercado de trabalho cada dia mais exigente e dinâmico, o ensino escolar com sua baixa produtividade e com deficiência em motivar seus estudantes tem deixado muito a desejar. As escolas tradicionais com seu formato datadas da era industrial, carrega na sua configuração estrutural um modelo que mais parece a preconização da produção em série, ao invés, da valorização e motivação das capacidades e competências individuais. Os horários rígidos e padronizados, os uniformes, as sirenes altas e estridentes para anunciar o recreio, o professor em pé na frente da turma, lembram mais uma fábrica, ou seja, um lugar que repassa informação e molda em série, ao invés de um ambiente que ajuda obter um pensamento crítico e debater conhecimento.

Hoje em dia, o avanço tecnológico, a globalização e o resultado mundial da decadência do ensino tradicional tem dado ao homeschooling o direito de conquistar uma outra posição na sociedade. A crescente preocupação com a segurança física e emocional das crianças também tem levado famílias a retirá-las do ensino tradicional e a explorar novos caminhos. Afinal de contas, é mais difícil para a criança sofrer bullying, se envolver com drogas e ou engravidar enquanto estiver estudando dentro da sua própria casa, nao é verdade?

 Muito mais do que a aplicação de mudança de valores, padrões e comportamento, o homeschooling, é o caminho para desperpertar e valorizar talentos. O lar que até então tinha um ofício secundário, toma o papel principal na educação e formação estudantil da criança. A mãe que cria laços em cuidar e nutrir emocionalmente agora é também a que repassa conhecimento, mas não com a antiga visão do professor das intituiçõs tradicionais, mas sim, como uma caçadora de tesouros que procura motivar e achar potenciais antes escondidos e muitas das vezes deixado sem importância pelo ensino tradicional.

Para a mãe, o lecionar em casa, deixará claro quais as paixões e aptidões naturais dos seus filhos. Com o homeschooling, as vocações pessoais não são descobertas através do conhecimento geral como se faz hoje no ensino tradicional, mas sim, percorre um caminho contrário. Os talentos e habilidades pessoais se tornam janelas para explorar o conhecimento geral, quebrando assim, o padrão formal e monótono da escola tradicional. Se a criança gosta de natureza, por que não ter a maioria das lições ao ar livre em contato com o tempo e áreas verdes? Se a criança é melhor no desenho do que matemática por que nao investir mais então nesta habilidade?  A motivação e entusiasmo para aprender de forma recreativa e dinâmica, possibilita o aprendizado de conhecimento geral através de assuntos de interesses individuais. Sem contar com a liberdade de planejamento de horário e tempo escolar. Onde uma viagem a Disney pode ter um enfoque muito mais de estudo com divertimento do que apenas um tempo de se ter um recesso escolar. Com o benefício das filas para os brinquedos e o preço das passagens serem bem menores que o normal, pois estas viagens podem ocorrer em baixas temporadas, uma vez que a “escola” também pode viajar com o estudante.

Homeschooling é a oportunidade de usar atividades corriqueiras do dia a dia como uma ferramenta de estímulo com enfoque no aprendizado. De desbravar caminhos novos para repassar conhecimento. De ter possibilidade de moldar caráter e valores juntamente com matérias escolares. De trocar o obsoleto pelo novo, de quebrar paradigmas e criar novas perspectivas. De sair da posição de expectador para atuar de uma forma mais participativa na formação educacional dos nossos filhos.  E acima de tudo, uma maneira de desafiar o ensino tradicional e transformar o cárcere de aprendizagem em série, na liberdade do conhecimento de forma recreativa e na potencialização de talentos individuais.

“Todo mundo é um gênio. Mas, se você julgar um peixe por sua capacidade de subir em uma árvore, ela vai gastar toda a sua vida acreditando que ele é estúpido.” Albert Einstein

Um comentário:

Blog da Vania disse...

Acho interessante esse método, mas é muito trabalhoso, requer uma rotina, e uma disciplina bem rígidas. Mas acho que vale a pena principalmente se atentar pelo fato da socialização da criança que pode acostumar com seu "mundinho" particular e não saber conviver em sociedade.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails