terça-feira, 12 de abril de 2011

Então ta ne?

Daí que todo mundo tem uma veia meio artística. Algumas pessoas realmente tem dom para entreter. Eu gosto e sou boa na dança, escrita, mas cantar... Ja é uma outra estória. E triste estória! Isso vem de geração, a minha avó, mãe da minha mãe é desafinada que só, minha mãe igual e eu sou a pior das duas. Em festas de aniversário eu e minha mãe nem cantamos parabens ( agente só mexe com a boca) por que se cantarmos, quem estiver ao lado fica olhando com cara de espanto rs de tão desafinada que somos.

Lembro-me nas aulas de ante-natal que tinha aqui com a Jeanette, se era dia de cantar para a barriga eu nem aparecia. Quando alguém me perguntava se eu cantava para a bebe na minha barriga. Eu respondia...
..." Eu não,  eu gosto dela, só canto para quem nao gosto, para passar raiva nesta pessoa" rs ( Sentiram o drama?) Eu sou ruim, mas ruim mesmo de cantoria. Para voces terem uma idéia, uma vez eu fui cantar para o Daniel de 2 anos, filho da minha amiga, ele tampou os ouvidos com a mão e saiu chorando ( Gostaria de estar exagerando,  mas infelizemente foi exatamente isso que aconteceu) Eu fiquei super decepcionada e sem graça né?

Só que por ironia do destino, uma das formas de acalmar a minha filha é a mãe dela cantar para ela, rs, não vale a voz da granny Brown ( que canta no coral da igreja, afinada linda que nem um rouxinol), não adianta a voz do pai, tem que ser a desafinada da mãe rs. Agora eu passo quase que o dia inteiro cantando! Nossa vida esta quase virando um musical! rs

Eis a lista de baby-oke que canto para ela:












Mas o que ela mais gosta mesmo é louvor, então todo dia aqui em casa a tarde tem sessão louvor

Dá-lhe Hillsong



Então ta né? Como já dizia o velho ditado "Quem canta seus males espanta!"

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Blogagem coletiva Maternidade real


Ser mãe para mim é tudo ainda muito novo! Não sei ainda explicar. O que eu conheço de maternidade é só o primeiro mês da Yasmin. E por mais que alguém me falasse eu não tinha idéia do que é ser mãe. É algo que só quem passa por isso entende. E nesta longa caminhada de maternidade, devo confessar que ainda sou aprendiz!

Sempre me ensinaram que verdadeiro amor  é muito além de sentimento. Amor para mim é compromisso. compromisso de fidelidade, compromisso de cuidado, compromisso com voce mesmo de tentar fazer o melhor não importando as circunstâncias. 

E maternidade e paternidade é o significado mais sublime de COMPROMISSO. Um pequeno ser necessita de voce, totalmente dependente de cuidados básicos. E a sobrevivência e processo de apredinzado deste ser muitas das vezes vai requer alguns sacrificios de voce. 

Lógico que tem a parte divertida também, sua vida vai mudar para sempre, voce vai ter tanto prazer na companhia deste ser em crescimento  e cada passo de desenvolvimento e mudança voce vai se emocionar e vai ser a coisa mais extraordinaria da sua vida. A caminhada pode parecer difícil, mas o cheirinho dela vai te acalmar e te levar a um lugar seguro no seu coração. Por mais sacrificial que possa parecer acordar de madrugada para alimenta-la  tudo vale a pena ao olhar para seus olhos.

E isso é apenas só o começo!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails