segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O primeiro tombo a gente nunca esquece

Muitas mães que tem bebês com 7 meses  de idade começam a experimentar uma mudança significativa no desenvolvimento motor das crianças.  Aquele bebê que até então precisava de toda  assistência dos pais, por volta dos 7 meses ganham mais independência e começam a explorar o mundo por si próprios. Nada parece distante de mais ou impossível para ser tocado, colocado na boca ou experimentado . E é justamente por volta deste período que nosso bebês ficam mais vulneráveis aos acidentes domésticos.

Desde que Yasmin fica em pé sozinha, aos 6 meses de idade, que meu sossego acabou. Hoje com 7 meses e duas semanas ela se arrasta, engatinha, e faz tudo isso muito rápido . Num piscar de olhos, e ela ja esta  em pé na cama, do outro lado da sala, da cozinha, no pé da escada, passo a maior parte do dia atenta tentando tira-la de situações potencialmente perigosas. O berço foi abaixado mais um nível, as portas, gavetas e geladeira tem  travas, falta ainda comprar o portão de segurança para a escada.

Mas as vezes nosso esforços não são suficientes e o inevitável acontece! Foi o que aconteceu ontem, o primeiro acidente grave da vida da minha florzinha. Para falar a verdade eu até agora nem sei o que aconteceu, só sei que eu a estava segurando, ela em pé com brinquedinho na mão, foi passar da posição em pe para joelhada, joelhada para de gatinho e então perdeu o equilíbrio e bateu a boca no brinquedinho. Ela não é de chorar, mas chorou tanto, eu a peguei no colo para consola-la e quando a vi estava babando sangue!! 

Levei tanto susto que fiquei branca na hora, não sabia o que fazer. Meu marido e minha sogra graças a Deus estavam por perto e contornaram a situação. Eu queria chamar a ambulância, processar a fábrica do brinquedo, pular da janela de tanto desespero.Drama a parte, realmente nao foi uma experiencia agradavel! Mas tive que me acalmar e entender que este foi o primeiro tombo e que coisas assim, infelizmente, acontecem.Querendo eu ou não Shit happens !





9 comentários:

Pris Scheidegger disse...

Ai, que dozinha! Mas realmente, amiga, tombos e machucadinhos serão inevitáveis por um bom tempo... temos que ficar de olho, mas tb nos acostumar que pequenos acidentes acontecem e que são até necessários para o desenvolvimento dos nossos pequenos. Que Deus os proteja. Bjsss

cintia disse...

imagino o sofrimento. poxa, que triste. mas muitos outros virao. nao quero nem pensar quando acontecer algo parecido com a sofia...

Bia disse...

Amiga, ontem Bernardo bateu com a cabeça tb. Nossa, meu coração foi na boca, pq por pouco não foi na quina do rack. Sei que isso vao acontecer e faz parte, mas na quina? Nossa, que susto. Meu marido colocou emborrachado no rack todo. Tá "lindo" né? rs Mas pelo menos, meu pequeno tá protegido.
Bjs

Blog da Vania disse...

Ainda bem que quando soube já tinha passado, mas também, quem mora distante e ficar sabendo de um tombo, só pode já ter passado rsrsrsr. Graças a Deus não foi nada grave, e isso faz parte da vida de toda criança. Até com voce já aconteceu isso!! rsrsrs.
Mas realmente o cuidado tem que ser dobrado, ainda mais com a Yasmin que é super esperta.
Beijos com saudades.

Carla Domingos disse...

Aiin que susto amiga!!!

Davi vive se batendo com brinquedos, so para, pensa e volta a brincar...mas tem vezes que ele chora horrores... tb cortou os labios um dia, quase morri!

Mas acontece..

Bjinhos pra vc e pra minha norinha!!

Vanessa Cavasotto Leite disse...

O que essa fase tem de deliciosa tem de perigosa, eu to sofrendo com isso tb.
Num mesmo dia o Lucas fez um cortezinho no queixo caindo por cima da caixa de brinquedos q é de plástico e o arranhou virou um cortezinho, ele se desequilibrou e ficou pendurado pelo pescoço ali.
Depois num giro maluco caiu de cabeça ficou com galo.
E não satisfeito também escorregou e foi de bochecha num brinquedo que esfolou o rosto.
No final do dia ele tava de um jeito que eu só pensava: como é que eu vou sair com ele na rua? Vão pensar que eu o trato mal rs.
A Yasmin é bem rapidinha como o Lucas, tb se desenvolveu rápido e nos surpreende com novidades constantes.
Eu to vendo ele cada dia mais firme em pé, mas gostaria que demorasse mais um pouco pra caminhar, acho tão fofo engatinhando!
Sustos a parte, é a fase mais gostosa dos nossos bebês!
Eu to muito apaixonada!!!

Vanessa Cavasotto Leite disse...

O que essa fase tem de deliciosa tem de perigosa, eu to sofrendo com isso tb.
Num mesmo dia o Lucas fez um cortezinho no queixo caindo por cima da caixa de brinquedos q é de plástico e o arranhou virou um cortezinho, ele se desequilibrou e ficou pendurado pelo pescoço ali.
Depois num giro maluco caiu de cabeça ficou com galo.
E não satisfeito também escorregou e foi de bochecha num brinquedo que esfolou o rosto.
No final do dia ele tava de um jeito que eu só pensava: como é que eu vou sair com ele na rua? Vão pensar que eu o trato mal rs.
A Yasmin é bem rapidinha como o Lucas, tb se desenvolveu rápido e nos surpreende com novidades constantes.
Eu to vendo ele cada dia mais firme em pé, mas gostaria que demorasse mais um pouco pra caminhar, acho tão fofo engatinhando!
Sustos a parte, é a fase mais gostosa dos nossos bebês!
Eu to muito apaixonada!!!

Tatiana disse...

Monique querida....que saudades daqui!!!!
Graças a Deus não foi nada muito grave, mas que da aquele susto...nossa , como da!!!!
Olha so amiga, so uma sugestão, espero que eu nao esteja dando uma de entrometida, o teu blog ta liiiindo, mas um pouco difícil de ler com letrinha rosa e fundo branco. De repente o rosa poderia ser mais forte,acho que ja facilitaria.
Bjks!!!

Mari Hart disse...

Minha linda! Dá uma dó sim, mas sinto dizer, esse será o 1º de muitos! crança saudável e ativa é assim, e benza Deus! Acontece e faz parte do desenvolvimento! Prepara o coração! Um beijo nas duas, saudades dessas lindas!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails