segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Procura-se desesperadamente


Como disse em um dos posts anteriores, eu gosto muito de escrever e com isto tenho acumulado um currículo de quase 8 anos escrevendo em blogs, já foram 4 ao total. E nestas caminhadas fiz muitas amizades, conheci gente interessante e escrevi muito. Na falta de inspiração do momento me fez dar um Ctrl C Ctrl V num texto meu antigo, dando inicio hoje então a coluna Túnel do Tempo. Não me lembrava mais deste texto mas relendo-o fiquei toda orgulhosa de mim mesmo! Me deu saudade do tempo que já fui boa nisso!! Confiram:


Template novo do blog, turma animada a levar o blog para frente e eu... bem eu... digamos estou "blank". Explicando melhor o sentimento blank em que me encontro, é como se eu trilhasse pelos caminhos já conhecidos mas sentisse lacunas na minha alma, e quando menos espero, sem perceber sou sugada por um destes enormes buracos negros da mente e ali estou eu blank da Silva novamente. Ao mesmo tempo que tenho tanta coisa a dizer... simplesmente... me perco em meus pensamentos e nao consigo achar o caminho de volta para casa. Ando sem sal, sem rumo, sem cor, sem imaginação, sem paciência, sem começo, sem meio e sem fim. 

Mesmo rodeada de gente me sinto sozinha, ate os fantasmas da minha mente que antigamente me azucrinavam por qualquer coisa me abandonaram e agora só me resta recolher-me na minha pequena insignificância. E é assim que me escondo, no meu mundo mudo onde um mímico com a face cheia de maquiagem branca e roupa listrada de preto anda à passos curtos de um lado para o outro. Tateando e apalpando o ar numa tentativa desesperada de sair da caixa imaginaria que o prende.

Prisão invisível, ou talvez até mesmo inexistente. Lugar que eu mesma me prendi, e o que é pior de tudo nem dá para colocar a culpa em ninguém. Pois tenho a consciência que eu mesma me dei permissâo para me perder sem direito a nem levar mapa para achar o caminho de volta. Procurando por algo que eu nao perdi e esperando algo que eu nem sei o que seja. 

Então de repente, me vejo numa versão feminina de Meu Pequeno Príncipe, onde o mundo distante parece vazio e espera muito de mim. E eu vou caminhando, tropeçando, levantando e aprendendo com este estranho e diferente mundo. Sendo lembrada a todo instante por ações e palavras que sou responsável por tudo aquilo que cativo o que na verdade dobra a minha responsabilidade. Apesar de eu não gostar deste sentimento de vazio e solidão, me sinto intimidada, infantil e demasiadamente complicada ao entrar em contato com cada diferente pessoa que pertence a este mundo. Não entendo muito como isto tudo funciona e tenho medo de nao conseguir transpor as próprias barreiras que coloco, uma vez que os riscos de falhar se tornam enormes. Porque apesar deste mundo para mim parecer vazio na verdade, a única pessoa que nao esta lá na realidade, sou eu! 

Portanto se voce me achar favor devolver no balcão de achados e perdidos! 

 Belle ( que hoje em dia é Mummy Brown) nunca participou de nenhuma atividade de escoteiro, nao sabe se guiar pelas estrelas, não come pão para deixar os farelos como trilha, detesta se sentir blank e ficar perdida. Indecisa de pai, mae e parteira nao sabe se compra um cachorro ou uma bússola para se orientar. Por consequencia perdeu tambem o caminho para o seu blog pessoal abandonado A La Folie pas du Tout que costumava foliar periodicamente. Mas mesmo assim ela te convida a dar uma passadinha por lá também, quem sabe você não da sorte dela ter achado o caminho de volta! 

14 comentários:

Eloise disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Adorei a postagem, adoro ler o que escreves, é sempre uma leitura gostosa...

Passando pra desejar uma semana abençoada...

Há se possivel kkkkkk, não me leve a mal, tira essa verificação de palavras, é muito chatinha.

Bjo

Mummy Brown disse...

Seu pedido uma ordem Elo! Sem verificação de palavras! Obrigada pelo comentário carinhoso! Bjinhos

Jéssica Araújo - Gravidíssima disse...

Essa menna da fot é vc mesma?
- Que bom que tirou as letrinhas, era chato mesmo! Escrever é gostoso né? Mas infelizmente temos q ponderar o que falamos aqui. Beijooo

Renata disse...

Pera aí... essa menina de quem vc falou aí... sou euuuuu.
impressionante como vc conseguiu tocar no ponto exato para mim hoje...

Beijaooo e boa segunda-feira!

Luly disse...

OI amiga!
eu tbm sou blogueira por opçao,por paixao! amo escrever,me sinto mto bem ao faze-lo.
Amo seus posts! agora como mae,
deve ser bem interessante isso de blogar barrigudinha neh?
e bom ter esse curriculo,pq assim
vc pode ir nesta mesma data a um ano, dois anos atras pra ver o q estava fazendo,o q mudou..deve ser mto legal!
Espero q ano q vem nesta mesma data eu esteja com meu bebe nos braços.
Beijos.

Viviane disse...

Olá!!!!! Muito legal...kkkkk
Seus textos são fantásticos!
E então como vai o bebê aí????
Beijos

Gi-vida saudável disse...

que legal que gosta de escrever, e pelo jeito varios assuntos, agora mummy antes outras historias...

gostei do texto

bjks

O Burro que chora disse...

Minha Belle...
Que texto lindo...
Se eu te encontra não te devolvo no balcão dos achados e perdidos...kkk
Vou ficar para mim...
felicidades

Mummy Brown disse...

Nossa Feijó obrigada querida! fazia tempo que ninguém me chamava de Belle. Este era meu pseudonimo do outro blog que eu tinha. Cada blog que eu vou eu arrumo um pseudonimo novo rs! Bjinhos

Vania disse...

Querida Belle Mummy Brown!! Amo ler seus textos desde muito antes de voce escrever em blogs. Escrever também é apenas mais um dos inumeros dons que Deus te deu. Que o Senhor Deus continue te abençoando cada vez mais amada, e derramando luz no teu caminho. Te amo muito filhinha.
Beijos de sua mais ardente admiradora.
Sua mamãe

Mummy Brown disse...

Mamãe tive a quem puxar!;) Love you!!

Mummy Brown disse...

Meninas obrigada pelo comentário de cada uma de voces!

Mummy Brown disse...

Alguém ai já me achou? ;)

Mummy Brown disse...

Alguém ai já me achou? ;)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails