sábado, 14 de agosto de 2010

Alimentação adequada na gravidez (1)





O objetivo primordial  deste blog é celebrar este momento tão mágico que é a preparação para a chegada do nenê, criando laços com o mesmo e me preparando para ser uma boa mãe. Porém o blog também tem um objetivo de ser informativo e ser uma porta de entrada para conhecer e fazer amizade com muitas pessoas do mundo todo interessadas no assunto pais e filhos.

Um assunto importante para qualquer futura mamãe é a dieta na gravidez. Muitas vezes este assunto vem carregado de muitas dúvidas e má interpretações. O que comer? O que não comer? O que evitar? Qual hábito alimentar adotar? Ser vegetariana vai influenciar na gravidez? Por este motivo achei que seria legal colocar este assunto em pauta no blog. Começando hoje a primeira de três, da sessão alimentação adequada na gravidez. Espero que gostem!

Quando eu fiquei sabendo que eu estava grávida minha primeira preocupação foi, em relação o que eu como ou bebo o que pode prejudicar o bebê? Talvez tenha sido um pouco de consciência pesada, por que no começo da gravidez fomos de férias para Roma, e tomei muito vinho, 1/2 garrafa de vinho por dois dias. Preciso ressaltar que neste período que eu bebi de mais, nem tinha idéia que estava grávida. Por que bebida alcoólica, cigarro e qualquer tipo de droga não combina com gravidez em nenhuma circunstância! Acho que isto é bem claro para todas nós!

O que tenho percebido é que em relação a alimentação na gravidez existe um pouco de polêmica entre diferentes fontes literárias. Minha midwife (parteira) aqui na Inglaterra me proibiu alguns alimentos que eu nem tinha idéia que não eram aconselháveis para a dieta na gravidez.

Não posso comer : Patês de nenhum tipo, maionese caseira, ovo mole, queijo considerado mole ( brie, camambert, mineiro), nada que tenha sido feito com leite não-pasteurizado e nada com ovo crú ( gemada, mousse, etc)  
Não posso comer : Fígado ( para a minha surpresa), apesar de ser rico em ferro é também rico em toxinas.
Atum ( isso mesmo atum), Cação, peixe espada, tubarão. Estes peixes são ricos em mercúrio e afeta o desenvolvimento cerebral do bebê.
Não posso comer : Carne mal passada, peixe cru ( bye bye sushis), frutos do mar, pele de frango. Neste caso a grande vilã é a bactéria Listeria .

Todo alimento depois de cozido, como também frutas, verduras devem ser guardados na geladeira. Neste caso a grande vilã é a bactéria Salmonella.

Devo evitar: Café ( devido a cafeína) que afeta o crescimento e peso do bebê e pode aumentar a incidência de aborto espontâneo, coca - cola ( pelo mesmo motivo).

PS= Chocolate também têm cafeína, principalmente o chocolate amargo, prefiram o chocolate ao leite que têm menos teor.

A nutrição adequada nos primeiros estágios da gravidez garante ainda o completo desenvolvimento da placenta ( o orgão responsável pela oxigenação e alimentação do feto) e do sistema circulatório do nosso bebê.

E não se esqueçam de beber muita água, muita mesmo!!

6 comentários:

Eloise disse...

Oi amiga
Sim este post é de grande importância e quando engravidamos a primeira coisa que mudamos são os hábitos alimentares, que por sinal, são péssimos né, pelo menos no meu caso, como muita porcaria e as vezes fico horas sem comer.

Muitos alimentos que vç descreveu eu sabia que não podia comer, mas me asustei com o figado...não sabia que não dever ser consumido...

Bjs amiga e bom fds

Mummy Brown disse...

Pois é Elo, obrigada pelo seu comentário, também fiquei surpresa em saber que comer fígado faz mal para o nenê estes estudos são mais recentes e desde da época da gravidez da minha mãe até hoje em dia a ciência mudou muito, aliás o planeta caminhou em um ritmo insustentável, me faz pensar o que vai ser diferente na epóca em que for a vez dos nossos filhos de ser pais. Bjos

Jéssica Araújo - Gravidíssima disse...

Amei as dicas, muito úteis!
Obrigada, beijo.

Mummy Brown disse...

Oi Jessica obrigada pela sua visita! Eu amo o seu blog, sempre vou lá ver o que vc tem postado! Vc esta uma grávida muito linda viu?Volte sempre! Bjos

O Burro que chora disse...

Muito legal...
Eu quando grávida comia de tudo...
Não tive a sua preocupação...

Mummy Brown disse...

Oi feijó é um prazer tê-la aqui novamente. Pois é, as vezes eu acho que grande maioria é só para nos deixar paranóica mesmo. Também conheço um monte de gente que comeu de tudo e os filhos nasceram saudavéis e fortes! Ai que saudade do meu sushi rs.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails